Minha querida sobrinha Amália ainda por nascer

Imagem

De vez em quando, o tio veste uns collants azuis meio apaneleirados, espeta um autocolante com um morcego no peito e tapa metade da cara com uns cornos que comprou nos chineses, e pumba! vai combater o crime! O Robin, um parvalhãozeco que trabalhava no circo até os pais irem co caralho, já andava a dar para esperto há algum tempo sempre com a mesma piada de merda. Apanhou-me mal disposto (cabrão do Coringa peidou-se mesmo à minha frente) e catrafoda-se! levou um chapadão naquela fuça que tão cedo não volta a fazer o mesmo.

E só para que saibas, com ou sem collants, o tio estará cá para ti, sempre! Amo-te muito e espero-te com muita ansiedade, disposto a rebentar os queixos a qualquer puto que goze contigo no recreio da escola.

Anúncios

Minha querida ventoinha

IMG_20130707_152951

Gosto tanto de ti! Tens trabalhado que nem uma galega! Calculo que não seja fácil para ti cada vez que espreitas pela janela e vês os ares condicionados que parecem uma avenida que serpenteia as janelas pelo prédio acima. Parece que os estou a ver todos pomposos, com a grelha cromada toda lustrada, como quem diz “ o meu dono sente-se fresquinho e o teu não”. Acredito que te faça recordar a tua infância quando os outros meninos, todos eles com a alcunha de AC, faziam pouco de ti no recreio chamando-te de trinca-espinhas, sem-filtro e outras coisas feias.

Só te peço que dês o teu melhor. Eu prometo arranjar-te um sítio mais bonito na arrecadação para tu passares o inverno mais aconchegadinha. Já sei que não te dás bem com a tábua de engomar e com os dossiês da faculdade…