9 coisas que um homem (ainda) tem de saber fazer melhor que uma mulher

Estamos no século XXI. Felizmente, a mulher já se divorciou, em definitivo, o rótulo de “sexo fraco”. De resto, muitas mulheres têm cada vez mais talento para as chamadas “coisas de homem” e, convenhamos, há cada vez mais homens que são uns autênticos atadinhos. Mas homem que é homem (não confundir com homem é que macho) continua a precisar de saber fazer algumas coisas melhor do que as mulheres. Não significa que as mulheres não sejam capazes de o fazer, mas homem que é homem tem obrigatoriamente de as saber fazer melhor que uma mulher.

  1.  Homem que é homem tem de saber fazer lume melhor que a sua gaja.

Um casal convida vários amigos para um churrasco lá em casa. Quando chega a altura de atear o fogo para começar a fazer brasas para a febra e a sardinha tem de ser o homem a chegar-se à frente. Não me lixem mas “oh querida, está na hora de botares fogo a uma pinha para termos brasas a horas do almoço” não é de homem.

  1. Homem que é homem tem de aguentar a bebida melhor que a sua gaja.

Um casal sai para beber uns copos com os amigos. Enfrascam-se os dois de uma forma muito competente. A mulher tem todo o direito de fazer figuras tristes, tipo rir-se que nem uma tola quando alguém entorna um copo ou confundir a amiga com uma barata gigante. Não quer dizer que lhe fique bem, mas tem esse direito. Já o homem, quer queira quer não queira, tem de se manter fino como o aço. “Ai querida, leva tu o carro que eu estou todo entornado”, e ela a meter dois dedos à boca com a cara enfiada numa sarjeta. Lamento, mas não.

  1. Homem que é homem tem de saber os caminhos melhor que a sua gaja.

Há mulheres que guiam excecionalmente bem, ultratalentosas a estacionar e a ideia de uma mulher com o queixo colado ao volante é uma caricatura datada. Mas homem que é homem tem de saber melhor o caminho para chegar de um sítio a outro. E homem que é homem nunca está perdido. Quanto muito está a seguir um atalho novo de que um amigo lhe falou.

  1. Homem que é homem tem saber lidar com bugigangas tecnológicas melhor que a sua gaja.

Um homem tem de ser capaz de sincronizar o bluetooth do telemóvel com o carro e ponto final. E se não sabe, vai descobrir. “Querida, o disco do computador está a ficar muito cheio. Quando é que formatas isto?” Homem que é homem tem de saber formatar o disco ou então pede a um amigo daqueles que usa óculos e tem sempre uma t-shirt da Guerra das Estrelas.

  1. Homem que é homem tem de saber mudar um pneu melhor que a sua gaja.

E por mudar um pneu entenda-se tudo o que é relacionado com o bom funcionamento de um automóvel. “Querida, fofuxa, há quanto tempo é que não vês a pressão dos pneus? Aproveita e vê o nível de óleo do carro e se o mija-mija precisa de água”. Eh pá, isto são cenas que se aprendem na escola dos homens. Claro que há mulheres que sabem fazer isto, mas isso é porque são feias e nunca arranjaram um homem.

  1. Homem que é homem tem de saber falar de bola melhor que a sua gaja.

Ou pelo menos ser muito bom a fazer de conta que percebe alguma coisa. Numa roda de pilas há uma que pergunta “Eh pá, como é que se chamava o guarda-redes do Benfica entre 60 e 64?” e a gaja é que responde “Costa Pereira”? Não contem comigo para este tipo de embaraços. Homem que é homem compra o seu jornalinho desportivo com alguma regularidade para evitar ficar de fora da roda das pilas.

  1. Homem que é homem tem de saber usar um saca-rolhas melhor que a sua gaja.

Pensem bem, a sério. Lembram-se de alguma vez ter visto uma mulher a abrir uma garrafa de vinho? Eu também não. Eu não sou machista (não sou mesmo) mas essa coisa de enfiar mini forquilhas para sacar cilindros de cortiça é tarefa destinada a homem que é homem. O mais que pode acontecer é a mulher começar a tarefa, desfazer a rolha em bocados e depois o homem que é homem mostra como se faz e gaba-se disso, naturalmente.

  1. Homem que é homem tem de saber pregar um prego melhor que a sua gaja.

Arranjar um autoclismo ou trocar uma bicha de uma torneira até pode nem ser para todos, mas um homem tem de saber pregar um prego, catano. Até pode esbodelar* um dedo quase ao ponto de ele gangrenar, mas sofre em silêncio e a parede tem de ficar imaculada. Que exemplo é que um homem é para os seus filhos de tiver de chamar o faz-tudo do prédio para pendurar uma moldura com a fotografia tirada na EuroDisney? Pois. Mas pior ainda é chamar a mulher para apontar o martelo a um prego.

  1. Homem que é homem tem de matar bicharocos melhor que a sua gaja.

– Pai, pai, está aqui uma aranha!

– Está bem, filha. O pai vai chamar a mãe que ela trata já disso com um chinelo.

Oi? Chamar a mãe? Para matar uma aranha? Pá, eu não curto aranhas, nem baratas, nem osgas, nem ratos, mas porra, não vai ser a minha gaja a espetar-lhe um pé em cima. Nem que eu tenha de fazer de conta que não vi o raio do bicharoco, mas não há cá “Xuxu, anda cá depressa que está uma cena preta e com muitas patas”.

*esbodelar – verbo que nem se existe, mas que o meu pai toda a vida usou em contextos de manifestações de virilidade masculina

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s