Gustavo Santos, o mister Miyagi das gerações modernas

Eh pá, ó Gugas, eu nem sei como é que hei de dizer isto, mas tu és um tolinho. A sério, é de coração que to digo, não é para ficares danado comigo. Eu vi um balúrdio de vídeos teus – e por causa disso vou despejar meia garrafa de lixívia para um alguidar cheio de água e por lá ficar de molho durante três dias – e sei do que estou a falar. Eu até me sinto mal a falar de ti porque devo ser o enésimo gajo que o faz e tu continuas com esse sorrisinho de mete nojo nas tuas sessões de terapia de life coaching (wtf?) a enganar gordas feias que comem seis pastéis de nata depois de irem caminhar, mal-amadas de 40 anos que não fazem o buço e depois queixam-se que não arranjam quem lhes faça cócegas.

Diz a verdade, tu tiveste formação com aquele charlatão do funeral do Mandela, não foi? Fiquei realmente impressionado com a tua capacidade de falar com as mãos.  Experimentei tirar-te o pio e foi aí que realmente aprendi umas coisas contigo. Compreendi que o teu complexo não é messiânico mas antes de mister Miyagi.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s