Citius, aquele bar

citius project2

Estava ali a consultar o meu extrato bancário a ver se a Tecnoforma já me tinha pago as despesas de representação do mês passado, quando ouço um plim plim vindo do meu telemóvel. Era a Paula Teixeira da Cruz a convidar-me para ir beber um copo ao Citius. Eu não acho muita graça àquele ambiente, mas ela é cliente fiel e a malta passa a noite inteira a oferecer-lhe bebidas. Não parece, mas a Paulinha aguenta muito bem a bebida. O sangue que lhe corre nas veias tem uma elevada tolerância ao Famous Grouse. Já o meu não oferece qualquer resistência. De cada vez que saímos juntos, já eu estou tão entornado que começo a imaginar salsichas educativas às cavalitas de submarinos enquanto ela se mantém fina como o aço.

A Paula, quando quer, sabe arranjar-se. De dia opta sempre por tailleurs sóbrios e muito masculinos mas à noite vira fera. Até se penteia e tudo. Leva um top rosa choque muito decotado, uma minissaia justa (ela tem uns joelhos bem bonitos) e umas socas de dois andares que lhe ficam a matar. Aquilo é ver os machos todos com sede de declarar nulidade de casamento com efeitos imediatos.

Apanhei-a em casa e lá fomos. Só para estacionar foi a chatice do costume. A fila à porta do Citius já anunciava casa apinhada. O porteiro (que tem a alcunha de Firewall) é o caixa de óculos engravatado do costume. Ele bem tenta gerir os acessos, mas aquilo são trinta cães a um osso. Alguns argumentam que só querem entrar e tirar uma selfie só para mostrar que já estiveram no Citius. Sem foto ninguém acredita que conseguiram entrar. O Citius era um boteco tranquilo, com pouco movimento e, de um momento para o outro, passou a estar na moda. O número de clientes explodiu e os donos não estavam preparados para aquilo. Lá pràs duas da manhã o serviço bloqueia mesmo. O atendimento fica de de tal forma lento que mais parece que ninguém trabalha ali. É mais ou menos por esta altura que alguns desistem e vão à procura de outro clube noturno onde possam ser servidos em condições. Citius? Isto devia-se chamar Shitius!”, resmungam alguns. E depois há aqueles clientes novos que se põem a pedir bebidas elaboradas como caipirinha ou o gin tónico. Dão-me sempre vontade de rir. Não vale a pena pedir coisas muito rebuscadas no Citius, a malta que lá trabalha sabe tirar canecos de cerveja e mal.

Lá para as três da manhã apareceu o Marinho Pinto. Entrou por ali adentro com uma pose de Padrinho a quem todos beijam a mão, com um pullover com decote em v e umas calças muito justas. Ele vê a Paulinha e vai direito a ela. Limpa o suor da testa com um lenço que trouxe da cantina do Parlamento Europeu e entra de carrinho no seu jogo de sedução.

– Como é, Teixeira da Cruz? Queres ir cumprir uma ação penal agravada para minha casa?

– Continua a sonhar, meu puto. Vai lá ter com as bimbas do MPT. Pode ser que hoje o porteiro te deixe entrar.

Antes que aquilo azedasse tive de fazer peito e protestar.

– Sócio, não estás a ver que a babe está acompanhada?

Ele voltou a passar o lenço na testa e afastou-se. Antes de virar as costas ainda mandou mais uma ferroada:

– Um dia, ainda vais acordar na minha cama, Paulinha.

Não ficámos muito mais tempo. Acabámos a noite no PGR que é o único tasco que serve caldo verde e pão com chouriço àquela hora. Levei-a a casa e não trocámos uma palavra pelo caminho. Aquele encontro com o Marinho tinha-lhe sugado o bom humor todo.

O sol já ia alto quando acordei com o telemóvel a dar sinal de mensagem. “Estranho. O Marinho Pinto a mandar-me mensagem a esta hora?” O estupor tinha conseguido. Era uma fotografia da Paulinha ainda a dormir, acompanhada de duas palavras e o smile mais nojento que alguma vez vi: “Eu avisei”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s