E Deus criou as botas e viu que tudo era bom

botas

Leitura do livro dos Génesis

Naqueles dias, Adão chamava pelo Senhor.
– Senhor, senhor! Estás por aí?
– Que é que se passa, Adão?
– Precisava de ajuda, Senhor.
– Só se for coisa rápida. Estou demasiado ocupado a preparar o dilúvio.
– Deixa estar, então. Se tens muito que fazer…
– Eu estou sempre ocupado. O universo está em constante crescimento. Vá, diz lá o que é queres.
– Tenho vergonha…
– Diz lá, estupor. Já te disse que estou com montes de coisas para tratar.
– Senhor, não gosto do inverno.
– Não gostas do inverno?
– Não.
– Então porquê?
– Porque é frio.
– Porque é frio? Só por isso?
– Oh, tu és Deus. Nem dás conta. Falta-te sensibilidade para essas coisas.
– Estás a acusar o teu Criador de falta de sensibilidade? Desejas provocar a ira do teu Deus?
– Não, Senhor, por quem sois. Não gosto do inverno, pronto. É frio e às vezes chove comò catano.
– E que queres tu que eu faça?
– Não sei, faz qualquer coisa. Chiça penico, tu és omnipotente! Tu criaste o universo em seis dias, catano!
– Foi, não foi? E ficou fixe até.
– Pois ficou. Arranja lá maneira de isto ser mais agradável. O que é que te custa?
– Não me custa nada, mas pensas que eu já me esqueci da desilusão que me deste no Éden? Não te disse que não tinhas nada que andar a roubar maçãs?
– Outra vez a mesma história. Gaita, quantas vezes tenho que te dizer que foi a puta da serpente que me enganou?
– E os teus putos, Adão? Onde é que tu andas com a cabeça? O teu mais velho matou o outro à paulada!
– Já o castiguei. Está sem pornografia durante um mês. Ajuda-me, meu Senhor e meu Deus. Dá-me qualquer coisa que me faça esquecer o jugo do inverno.
No dia seguinte, ao ver Eva a chegar, Adão observou-a de forma mais lasciva do que o costume. Algo estava diferente.
– Gostas? – perguntou Eva – Encontrei-as à beira do rio. Vou chamar-lhes “botas”.

Eva não era uma mulher especialmente bonita, mas era a única que havia. No entanto, com aquele novo calçado, parecia outra. As botas acrescentavam-lhe uns bons centímetros de altura, permitiam-lhe um andar apetitoso, espetando-lhe o traseiro de uma forma que fazia Adão esquecer-se do frio e da chuva. Adão sentiu pena que o soalho ainda não tivesse sido inventado. Certamente que o ruído provocado pela marcha seria robusto e estimulante. Ergueu as mãos para o céu em sinal de agradecimento ao Senhor. Deus havia criado as botas e Adão viu que tudo era bom.

– Esta é, realmente, osso dos meus ossos e carne da minha carne. – disse enquanto observava a sua nova esposa a apanhar lenha para fazer o jantar.

Continuou a odiar o inverno, mas a dádiva do seu Criador tornava o frio mais fácil de suportar.

Anúncios

One thought on “E Deus criou as botas e viu que tudo era bom

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s