Foi-se a moça

irina

Então acabou-se, hein? Quase cinco anos… Ainda estou em denial. Eles que faziam um casalinho tão jeitoso, ultrapassando até todas as barreiras linguísticas.

– Eles lá se entendiam: falavam a língua do amor.

Quem disse isso? Shame on you! A fazer piadas num momento tão difícil para o ex-casal em pleno período de nojo. As habilidades de poliglota do tribola de ouro (desembaraça-se no inglês, falseia o espanhol e estilhaça o português) não terão paralelo com a folia circense do controlo do esférico, mas para alguma coisa terão servido. Dona Dolores, não se acanhe. Arrebente lá os foguetes que sobraram da última gala que ninguém vai levar a mal. Mãe é mãe. Para nós mortais, os próximos dias serão duros, mas cá nos aguentaremos. Caminharemos de rosto caído mas faremos de conta que é devido ao frio e à chuva, nada que um casaco quentinho não resolva. Para mim, não tem sido fácil. Apostei muito nesta relação e custa-me ver as coisas acabarem desta maneira.

Olha, o Benfica espetou quatro secos ao Marítimo. Lá me vou distraindo com estas coisas pequenas…

Anúncios

2 thoughts on “Foi-se a moça

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s